Tatjana Masurenko

Viola - Rússia/Alemanha

Tatjana Masurenko

Tatjana Masurenko é considerada uma das grandes violetistas do nosso tempo. Juntamente com os grandes concertos para viola e orquestra de Walton, Bártok e Hindemith, o seu amplo repertório inclui ambém obras modernas de compositores como Schnittke, Gubaidulina e Kancheli, e os raros concertos de Hartmann e Bartel. Tatjana Masurenko apresentou-se a solo com orquestras como a Gewandhaus de Leipzig, a RSO de Berlim, a NDR de Hanover, e outras grandes orquestras da Europa e da Ásia. É frequentemente convidada pelos principais festivais, a solo e em música de câmara.

Nascida em Dushanbe (Tadjiquistão), cresceu numa família de académicos russos e músicos de jazz. O seu percurso musical começou em São Petersburgo, onde pode beneficiar da escola russa de São Petersburgo com os melhores professores de seu tempo. Continuou seus estudos musicais na Alemanha com Kim Kashkashian e Nobuko Imai.

A sua procura de novas formas de expressão na viola e novas técnicas e conceitos tonais foram encorajadas e influenciadas por encontros com figuras como Boris Pergamenschikow, György Kurtág, Brigitte Fassbaender e Herbert Blomstedt.

Fez inúmeras estreias de obras de compositores contempoâneos, muitas das quais foram-lhe dedicadas e originadas por sua iniciativa. Trabalhou com compositores como Gladys Krenek, Moritz von Gagern, Dimitri Terzakis, Wolfgang Rihm, Hans-Christian Bartel, Luca Lombardi e Nejat Başeğmezler.

A discografia de Tatjana Masurenko reflete os seus altos padrões artísticos, elaborando os programas de seus CDs meticulosamente. Algumas das suas gravações em CD para a editora “Coviello Classics” receberam prémios incluindo o Preis der Deutschen Schallplattenkritik, o Supersonic Award e o Diapason Découverte.

Apaixonada pela música de câmara, colaborou com alguns dos músicos mais inspiradores do nosso tempo, como Heinrich Shiff, Gidon Kremer, Boris Pergamenschikow, Christian Tetzlaff, Isabelle Faust, Daniel Hope e Alexander Lonquich.

A partir de 2001, é Professora de Viola na renomada Escola Superior de Música “Felix Mendelssohn Bartholdy”, em Leipzig. É também Professora convidada permanente na Royal Academy of Music em Londres e no Conservatório Superior de Paris. É diretora artística do International Viola Camp, em Iznik, na Turquia.

Tatjana Masurenko toca uma viola de P. Testore, de 1756, e uma viola de Jürgen Manthey, de 2017.


Site oficial